Guaraviton, patrocinadora do Fogão, irá patrocinar o Flamengo até o fim do ano


Empresa estampará sua marca na manga da camisa e pagará R$ 5,3 milhões por ano ao rubro-negro




A Viton 44, que patrocina o Botafogo desde 2012, agora também irá patrocinar o Flamengo. A empresa estampará a marca "Guaraviton" nas mangas do uniforme do clube e irá pagar a quantia de R$ 5,3 milhões por ano. Em entrevista ao Lance!Net, o dono da Viton 44, Neville Proa disse que não vê problema em patrocinar o arquirrival do Botafogo e que consultou a diretoria do Alvinegro antes de fechar o contrato.

- Nunca teve nada no meu contrato com o Botafogo que me impedisse de trabalhar com outro clube. É claro que o Guaraviton está com a marca ligada ao Botafogo, mas não podemos nos prender a isso. Conversei com eles antes de fechar o patrocínio com o Flamengo e não tive problemas quanto a isto.



Por: Igor Melo

ASSUMPÇÃO RECUA E BOLÍVAR CONTINUA NO BOTAFOGO


Elenco teria ido até a alta cúpula do clube pedir a permanência do "General"



Um dos pilares do Botafogo desde a temporada passada, o zagueiro Bolívar, que trocou farpas com o presidente Maurício Assumpção e ficou por um fio no clube, permanecerá no elenco do Botafogo. O mandatário do clube aceitou ter uma conversa com o jogador na manhã desta terça-feira e decidiu por manter o zagueiro no elenco. A decisão da diretoria foi tomada graças a uma pressão feita por todo o elenco do Botafogo, que pediu a manutenção do "General" no time.

Segundo informações do site UOL, na reunião desta manhã, Assumpção e Bolívar acertaram suas diferenças, mas Bolívar disse que manteria papel ativo nos protestos por salários em dia, mas disse ter apoio dos demais atletas.

Até agora a diretoria do Botafogo, focada em reformular o clube já "rebaixou" o técnico Eduardo Húngaro, o empréstimo do atacante Henrique e a demissão de seis membros da comissão técnica do clube.



Por: Igor Melo

VAGNER MANCINI É O NOVO TÉCNICO DO BOTAFOGO


O Botafogo foi rápido na procura por um substituto para Eduardo Húngaro. O clube fechou no começo desta tarde com Vagner Mancini. O treinador que trabalhou na última vez pelo Atlético-PR, chega quarta-feira ao Rio de Janeiro.

Mancini virá acompanhado de uma comissão técnica, cujo destaque é o preparador físico Moraci Sant'Anna, que trabalhou na seleção tetracampeã do mundo, em 1994.



Por: Igor Melo

Ainda jogador do Botafogo, lateral Gilberto brilha no Internacional

Jogador que está emprestado ao clube gaúcho, vem tendo boas atuações na temporada

Por: Bruno Souza

Enquanto os jogadores do Botafogo amargaram duas eliminações no começo da temporada desse ano, outro jogador do clube tem muito o que comemorar esse período inicial de temporada. O jovem lateral-direito Gilberto, que é oriundo das divisões de base do clube, foi para o Internacional no início da temporada e já comemorou o título do Campeonato Gaúcho no último final de semana.

Gilberto já é o titular absoluto da posição no clube e vem recebendo vários elogios da imprensa gaúcha. Suas boas atuações, lhe renderam, além dos elogios e do primeiro titulo com o Internacional, também uma convocação para a seleção brasileira sub-21, que fará um período de treinos está semana em Mogi das Cruzes, visando a disputa do Torneio de Toulon, na França, entre os dias 21 de maio e 1° de junho.

Gilberto vive boa fase no Internacional         Foto: Diego Vara
Emprestado ao Internacional até o final desse ano, em negociação que envolveu a vinda do volante argentino Bolatti ao Botafogo, o jogador de apenas 21 anos de idade, tem contrato com o Botafogo até dezembro de 2015.


Ney Franco revela ter recebido sondagens do Botafogo, mas ficará no Vitória


Cotado para assumir o Botafogo, o técnico Ney Franco, que já comandou o alvinegro em 2008/2009, revelou ter recebido sondagens do clube, mas assumiu o desejo de continuar à frente do Vitória-BA até o fim da temporada.

- Tive uma sondagem [do Botafogo],  mas já coloquei o meu desejo de continuar à frente do Vitória e continuar com o meu trabalho. Essa é uma posição minha - disse Ney.

O Botafogo segue em busca de um treinador. Com a negativa de Ney, Argel Furks e Wagner Mancini estão na mira do Glorioso.



Por: Igor Melo

Presidente Maurício Assumpção fala em abrir espaço no orçamento, para ter novo treinador

Ainda sem acordo com a justiça do trabalho, presidente vê dificuldades para ter treinador de ponta à frente do Botafogo

Por: Bruno Souza

Sem treinador e com pouco recursos para contratar um novo nome para assumir o comando técnico do alvinegro. Assim o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, tenta a contratação de um nome que satisfaça toda a insatisfação da torcida e que ao mesmo tempo, não sangre ainda mais as já combalidas finanças do clube.

Com as rendas do clube ainda bloqueadas pela justiça do trabalho, por não conseguir entrar no ato trabalhista, a diretoria vem trabalhando em busca de um novo treinador que tenha um salário dentro da realidade financeira do clube. O presidente falou sobre a situação do alvinegro em relação à contratação de um novo técnico:

- Novamente nós temos que abrir espaço no orçamento. Vamos ter que diminuir as despesas que temos atualmente, para podermos aumentar o poder na contratação de um treinador que receba um valor mais elevado - disse o mandatário alvinegro.

Presidente alvinegro tem encontrado dificuldades para contratar novo treinador          Foto: Cleber Mendes
Além das dificuldades financeiras, o clube vem encontrando dificuldades para achar bons nomes no mercado de treinadores. Tite é o sonho de consumo da torcida botafoguense, mas os nomes mais falados em General Severiano até o momento, são os de: Jorginho, Vagner Mancini, Vadão, Argel Fucks e Ney Franco. Esses dois últimos são os mais cotados, com maiores chances para Argel, que atualmente está no comando da Portuguesa.

COLUNA DO BRUNO SOUZA: Diretoria do Botafogo é a culpada, não Hungaro!

Fala galera botafoguense de todo o Brasil!

A doída eliminação do Botafogo na Taça Libertadores, fez suas primeiras vitimas no clube: o técnico Eduardo Hungaro e o atacante Henrique estão fora do clube. Mesmo não sendo os maiores culpados, os dois foram os primeiros "bodes expiatórios" no Botafogo.

A demissão do técnico Eduardo Hungaro serve como um alento, uma satisfação dada pela diretoria do Botafogo ao torcedor botafoguense, mas na realidade, essa demissão apenas esconde os verdadeiros culpados e mascara os problemas no elenco do Botafogo. Sem uma profunda e drástica mudança na administração do clube (o que não vai ocorrer, até pelo fato de 2014 ser o último de Maurício Assumpção na presidência do clube), trocas poderão ocorrer, mas pouca coisa mudará no time do Botafogo.

Hungaro serviu de "bode expiatório"  do presidente Maurício Assumpçao, que é o verdadeiro culpado pela situação do clube. Há saída mais fácil para o presidente, além da demissão do técnico, já que o time que foi desmontado e mal (diga-se de passagem, muito mal) remontado está mal na temporada? Não. E o presidente fez o que lhe era mais conveniente no momento. Hungaro levou a culpa, mas ao que parece, a torcida não vai poupar Maurício Assumpção das críticas e de suas responsabilidades pelo péssimo momento do time. O técnico pode até não ter sido o melhor dos comandantes e seu time era fraco taticamente, mas acima de tudo, Hungaro era refém do fraco elenco montado pela diretoria alvinegra.

O pior da saída de Hungaro do comando alvinegro, são os nomes que começam a aparecer como possíveis substitutos para Hungaro no Botafogo. Não sei se por falta de dinheiro,ou por falta de vontade de fazer o melhor para o clube (o que vem sendo uma tônica da atual administração), estão surgindo nomes como os de: Vagner Mancini, Vadão, Jorginho, Argel Fucks, Ney Franco, e por ai vai. Com todo respeito aos técnicos que podem chegar e fazer uma boa campanha, mas todos esses nomes são do mesmo nível. Técnicos de times de médio porte do Brasil.

Técnico para o Botafogo, há poucos no mercado. Tite e Dorival Júnior talvez sejam os únicos nomes que no momento estão sem clube e que possam fazer algo à mais com esse elenco do Botafogo. O certo é que não dá para arriscar novamente com técnicos de nível inferior, como vem se desenhando de possivelmente acontecer. Se fizer isso, essa diretoria dará um tiro no pé.

Espero que essa gestão não marque seu último ano à frente do Botafogo, com um desastre no final do ano. E quando falo em desastre, não estou prevendo um rebaixamento. Apenas lembrando que o clube hoje tem um elenco no mesmo nível de 10, ou 12 clubes que disputarão o Brasileirão. Portanto, não está entre os melhores, e isso é uma obrigação quando se trata de Botafogo.

É isso ai galera, vou ficando por aqui. Gostou da nossa coluna? Compartilhe com quem possa interessar e comente. Não gostou? Comente também e deixe a sua opinião.

Saudações alvinegras e até a semana que vem galera!

Momento de pensar no futuro do Botafogo

Zagueiro Bolívar diz que clube agora precisa planejar o futuro na temporada

Por: Bruno Souza

Com a crise instalada em General Severiano, o futuro do clube na temporada de 2014 é uma grande incógnita nos últimos dias. Sem técnico definido e com uma possível "mini-reformulação" do elenco próxima, o futuro do clube segue indefinido. Um dos mais experientes do elenco alvinegro, o zagueiro Bolívar falou sobre o momento do clube e o que é preciso fazer no restante da temporada:

- Temos que ter personalidade nesse momento. Temos que saber que precisamos melhorar, pois temos competições importantes pela frente. Então é ter a cabeça no lugar, trabalhar que é o mais importante para podermos pensar no próximo objetivo - disse o zagueiro alvinegro.

Bolívar  acha que clube precisa pensar no futuro       Foto: Thales Soares
Sobre a pressão que o time do Botafogo sofrerá da torcida nesse começo de Brasileirão, o zagueiro lembrou que jogar em time grande é uma grande responsabilidade e que isso trás também muita pressão por bons resultados.

Com as mudanças na comissão técnica, uma reformulação no elenco não está descartada no Botafogo. A diretoria do clube espera anunciar o novo técnico até o meio da próxima semana, para começar de imediato o planejamento para o Brasileirão e para a Copa do Brasil.


Guaraviton irá estampar sua marca no uniforme do Flamengo, na finalíssima deste domingo


A Viton 44, patrocinadora do Botafogo há três anos, irá estampar a marca Guaraviton no uniforme do Flamengo, na final do Campeonato Carioca, que acontecerá neste domingo, no Maracanã.

Porém, o acordo é somente para o jogo decisivo de amanhã.



Por: Igor Melo

Hungaro em baixa com a torcida

Com poucos resultados expressivos, torcida pede a demissão do treinador

Por: Bruno Souza

A pressão sobre o técnico Eduardo Hungaro, após a derrota por 3x0 para o San Lorenzo, aumentou ainda mais e a torcida botafoguense não perdoa o técnico pela eliminação na Libertadores. Com pouco tempo de clube, Eduardo Hungaro virou o alvo preferido dos torcedores e grande parte da torcida pede a cabeça do treinador alvinegro. Pelas redes sociais, muitos torcedores tem escrito mensagens em repúdio ao técnico e a forma como Hungaro tem se saído à frente do comando técnico alvinegro.

Hungaro está com a cabeça à prêmio no Botafogo     Foto: Andres Pina
Em pouco mais de quatro meses como técnico do Botafogo, Hungaro acumula fracassos. Eliminado no estadual ainda na primeira fase e também eliminado na primeira fase da Libertadores,
o técnico vê seu cargo ameaçado no glorioso. Rumores dão conta que Hungaro será demitido após reunião da cúpula alvinegra, quando o elenco voltar ao Rio de Janeiro.

Tite surge como o nome mais forte entre os dirigentes alvinegros, para assumir o comando técnico do time, caso a demissão de Eduardo Hungaro seja realmente confirmada.